Tecnologia do Blogger.
RSS

Sonhos de Isabela - PARTE 6

PARTE 1: http://ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/sonhos-de-julietta.html
PARTE 2: http://ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/sonhos-de-isabela-parte-2.html
PARTE 3: http://ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/sonhos-de-isabela-parte-3.html
PARTE 4: http://ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/sonhos-de-isabela-parte-4.html
PARTE 5: http://www.ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/sonhos-de-isabela-parte-5.html


    Mas ao término de seu desabafo, Márcia acaba não dando ouvidos para Isabela. Para Márcia, Isabela não passava de um tipo de mercadoria, ou de produto, que só servia para oferecer aos para homens e mulheres sedentos de tesão.
    Ao anoitecer, Isabela começa a chorar desesperadamente, devido aos acontecimentos que ocorreram em sua vida. Isso fez com que ela lembra-se de tudo que deixou para trás como a Rachel, sua melhor amiga, seus estudos, e principalmente sua família.
      Depois de um tempo, o sono e o cansaço chegam até Isabela, que acaba dormindo. Uma determinada hora da noite seu telefone tocou fazendo com que acordasse rapidamente e atendesse sem que ninguém percebesse. Após atendê-lo, escutou uma respiração alta, como se alguém estivesse cansado e desesperado, acompanhado de um barulhento bater de pernas como estivessem correndo de algo ou de alguém. Então, Isabela não perde tempo e pede baixinho para que ninguém escutasse, quase sussurrando, socorro. Após seu pedido, ouve um grito ensurdecedor, e como se não bastasse mais nada, a ligação é interrompida, pondo um fim na esperança de sair daquele lugar horrível.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário