Tecnologia do Blogger.
RSS

A grande chance - PARTE 5

PARTE 1: http://www.ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/a-grande-chance.html
PARTE 2: http://www.ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/a-grande-chance-parte-2.html
PARTE 3: http://www.ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/a-grande-chance-parte-3.html
PARTE 4: http://ashistoriasaleatorias.blogspot.com.br/2013/09/a-grande-chance-parte-4.html

       Após lembrar disso, Camila se acalmou. Era preciso foco no que realmente importava. E assim, as provas foram entregues e todos começaram a fazer. Camila leu todas as instruções cautelosamente e realizou a prova. Após terminá-la, entregou ao fiscal e saiu.

      Saindo do seu local de prova, ela pensava em milhões de coisas: teria se saído bem? Conseguiria um bom resultado? Enquanto pensava, seu celular tocou, era sua mãe perguntando se tudo havia ocorrido bem na prova. Camila respondeu que sim e que a vida delas iria mudar com certeza dali pra frente. Sua mãe desligou o celular feliz, pois acreditava muito no potencial de sua filha, e agora, estava orgulhosa pela sua confiança. 
       Ao desligar, Camila se sentiu mal por ter mentido para sua mãe, afinal, ela realmente não sabia se tinha ido bem ou não na prova. As questões estavam difíceis, mas ela havia feito todas com muita calma e pensando bem em todas elas. Ela precisava incentivar a mãe, dar uma esperança. Ela era a única que poderia mudar a situação de sua família, e mesmo que se essa prova não desse o resultado que ela esperava, ela não desistiria nunca!
       Assim, Camila voltou para a casa de sua tia, esperançosa e repleta de fé. No fundo, ela sabia que poderia fazer qualquer coisa, se acreditasse.


AUTOR: Ricardo Titonelli 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário