Tecnologia do Blogger.
RSS

Pertencer - Parte 3


     Passaram cerca de dez segundos após eu ouvir a pergunta dele, e mesmo assim não consegui responder nada. Aqueles olhos e aquele sorriso estavam me deixando estasiada, e eu quase viajei para o mundo só meu dentro de minha mente. Só depois de todo esse tempo realmente processei a pergunta, e o meu cérebro me lembrou que de acordo com a boa educação que recebi, eu deveria respondê-la.  Enquanto eu pensava em todas essas coisas, Michael ficava me olhando com uma expressão meio confusa, do tipo: "será que ela é surda?" ou "você realmente não vai responder nada?", e para acabar logo com isso o respondi. 
- Ah sim, sou nova. E a propósito, meu nome é Carly. - Eu disse com um sorriso amarelo, tentando fazer com que os dez segundos de silêncio não marcassem a primeira impressão que eu passo. 
- Então, você estudava onde? Na WED? - Disse ele, logo em seguida. 
- Bem,  eu nem sei o WED significa pra falar a verdade. - Dei uma risadinha. Será que eu pareço muito burra por não saber o que é WED? Decidi ignorar o fato e continuar com a conversa.- Eu não morava em Charlotte, estou aqui há apenas dez dias. 
- Jura? E está gostando da cidade? - Ele perguntou, se esquecendo de que eu não sabia o que aquela sigla significava. 
- Acho que sim... na verdade não conheço muito a cidade. Passei a maior parte do tempo organizando as coisas da mudança e também da escola. - Eu disse um pouco desapontada, afinal, só ali eu havia percebido que fiquei trancada em casa durante esses dez dias. 
- Ah, aos poucos você conhece, e aposto que vai gostar. Aqui tem bastante coisa bacana! Quem sabe um dia eu te mostro. - Ele disse com aquele sorriso de novo, extremamente amigável e prestativo. 
- Seria ótimo! - Eu sorri de volta. Ele não parecia ser um cara ruim... na verdade, ele parecia ser ótimo. Ele era alto, mas não como aqueles jogadores de basquete e também não era forte como um verdadeiro atleta, mas talvez fizesse parte de algum clube ou time. Ele era bonito, e seus cabelos escuros levemente cacheados estavam bem cortados, contornando perfeitamente seu rosto, o que realçava ainda mais seus olhos cor de mel. Droga! Lá estou eu de novo, dez segundos parada olhando para ele, com um sorriso no rosto. Eu preciso parar de fazer isso, caso contrário irei assustá-lo. 
    Por sorte no momento em que me dei conta que deveria falar alguma coisa ou me virar para o quadro, Mrs. Damon acabou de escrever o plano de estudos e começou a falar. 
- Silêncio agora, vocês já tiveram bastante tempo para conversar. Para quem não me conhece, eu sou a Mrs. Damon e darei aula de inglês para vocês durante todo o ano letivo. Para começar, gostaria de lembrar que para a próxima aula vocês devem trazer o livro "Lord of the flies" ("O senhor das moscas", em português) e ler os três primeiros capítulos. Vamos fazer uma arguição e um debate na sala, e no final do mês faremos um teste sobre ele. 
    E ela ficou falando durante os trinta e cinco minutos que restavam da aula, o que fez com que todos permanecessem em silêncio, incluindo eu e Michael. O sinal tocou e ele foi levado por outros alunos, nem se despedindo de mim. Então eu parti para a próxima aula, e eu sabia que depois dessa ainda haveriam mais muitas. Talvez ele também faça aula de matemática com o Mr. Johnson, ou talvez nos esbarremos na hora do almoço. Ainda há muito o que fazer e muitas pessoas para conhecer, o dia é logo e ainda são 8h45min.       Então lá fui eu, rumo à segunda de oito aulas, passando pelos corredores me sentindo alguém invisível, mas tentando ao máximo não passar uma imagem assim. Fiz cara de segura, pose de modelo e segui andando, como a rainha da escola que ainda nem conheço a caminho da aula de matemática. Ao chegar na sala as cadeiras, que eram todas organizadas em duplas, estavam quase todas preenchidas, me restando apenas quatro opções. Escolhi sentar ao lado de uma menina de óculos tipo Ray-ban e cabelos curtos loiros, que me pareceu bem simpática e quando iria me apresentar, Mr. Johnson entra na sala e diz:
- Silêncio por favor! Espero que o verão tenha sido bom, mas vamos começar com uma pequena lista de exercício para testar os conhecimentos de vocês. Podem pegar uma folha no caderno e anotem o que eu passar no quadro. 
    Todos começaram a anotar e a fazer os exercícios, e o tempo para conversar ficou para depois. Só consegui falar com a menina ao meu lado enquanto ele tirava a dúvida de alguns, e nossa conversa não rendeu muito. 
- Oi, eu sou a Carly. - Eu disse, olhando para Mr. Johnson torcendo para que ele não visse nossa conversa. 
- Oi, sou Helen! Você já teve aula com esse cara? - Ela me perguntou, parecendo tão assustada quanto eu com a rapidez dele. 
- Não, sou nova aqui. - Eu respondi. 
- Ah, que bom! Eu também, e pensei que eu era a única. - Ela disse parecendo realmente aliviada, usando a mão para tirar a franja dos olhos. Seus cabelos eram bastante lisos, e o corte se encaixava estranhamente bem nela. 
   Olhei para frente e percebi que o professor nos olhava com uma cara de reprovação, portanto focamos nos exercícios e combinamos de almoçar juntas. Apesar de Helen também ser nova na escola, eu me senti muito feliz de conhecer alguém e de ter com quem almoçar no primeiro dia de aula. Eu estava tendo sorte finalmente, e parecia que nesse ano tudo ia ser diferente. 

AUTORA: Camille Delduque
Twitter: @MilleDelduque

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário